Imagem Em reunião do Comitê Gestor, Câmara manifesta apoio ao toque de recolher

Em reunião do Comitê Gestor, Câmara manifesta apoio ao toque de recolher

Câmara de Vitória da ConquistaVereadoresNotíciaLuis Carlos DudéViviane SampaioComissão Especial de Enfrentamento à Covid-19Ivan Cordeiro

17/02/2021 19:08:00


Durante reunião do Comitê Gestor de Crise da Covid-19, do qual a Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) é membro ocupando duas cadeiras, o Poder Legislativo Municipal manifestou o seu apoio ao toque de recolher determinado pelo Governo do Estado através do Decreto nº 20.233 (http://diarios.egba.ba.gov.br/html/_DODia/DO_frm0.html), publicado nesta quarta, 17, no Diário Oficial do Estado.

Com o decreto, ficam proibidos a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, das 22h às 05h, de 19 a 25 de fevereiro de 2021.

Presidente da Casa, o vereador Luís Carlos Dudé (MDB) ressaltou que as ações devem ter como norte a preservação de vidas. “Estamos fazendo o papel fiscalizador, como devemos fazer, mas também de apoio à prefeitura. É melhor darmos um passo atrás para depois avançarmos cinco à frente. Nós precisamos salvar vidas”, disse ele.

Membro da Comissão de Crise e presidente da Comissão de Saúde da Câmara, a vereadora Viviane Sampaio (PT) parabenizou a prefeitura por atender ao decreto do Estado.  “A gente quer parabenizar a prefeitura por estar atendendo ao decreto do Governo Estadual”, disse a parlamentar. A vereadora apontou que o momento é de adotar cautela, uma vez que o cenário é preocupante. “São apenas sete dias, mas o cenário epidemiológico ainda tende a medidas mais drásticas”, analisou.

Representando o setor de bares e restaurantes, um dos setores mais afetados pela decisão, Dante Gusmão, vice-presidente da Associação de Bares e Restaurantes da Indústria Alimentícia Fora do Lar de Vitoria da Conquista (Abracon) reconheceu que, apesar das dificuldades que a decisão provoca, é preciso entender que a medida se faz necessária. “Estamos preocupados, mas queremos ajudar”, disse ele.

Ele apontou, porém, que a preocupação é grande. “Nossa preocupação é isso se prolongar e o setor vir à falência. Essa é a realidade. Estamos falando de 5 mil empregos diretos e indiretos”, disse Gusmão,  contabilizando o número de empregos gerados pelo setor. “Essa pandemia fechou nosso comércio por cinco meses. Muitos não voltaram”, emendou ele, apontando o quanto o fechamento prolongado pode ser prejudicial.

O outro representante da Câmara Municipal, o vereador Ivan Cordeiro (PTB) parabenizou a Abracon pela compreensão e colaboração. “O momento é mesmo de somar esforços”, analisou o parlamentar. Cordeiro apontou também que com o apoio de todos, esse momento será superado. “Juntos, a gente pode vencer essa pandemia”, finalizou ele.

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Hélio Marques, registrou o apoio da entidade à decisão. “A CDL apoia esse processo. Estamos juntos para o que for preciso”, disse o gestor. Marques pontuou ainda que nos últimos meses, algumas situações geraram aglomerações, como as campanhas eleitorais e as festas de final de ano, possivelmente gerando um maior índice de aglomerações.

Presidente do Comitê Gestor de Crise, o secretário Municipal de Administração, Kairan Rocha, apontou que o toque de recolher se fez necessário devido à situação da Saúde Pública em Vitória da Conquista, principalmente por ser uma cidade que atende a diversos municípios da região. “Um dos grandes motivos que nos fizeram acatar é entender o momento de possível colapso”, justificou.



  Live Offline
Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Janeiro 2022
0

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31