Imagem Comissões da Câmara fiscalizam aterro sanitário, terreno do novo cemitério e transporte clandestino interestadual

Comissões da Câmara fiscalizam aterro sanitário, terreno do novo cemitério e transporte clandestino interestadual

Câmara de Vitória da ConquistaNotíciaNildma RibeiroRodrigo MoreiraComissão de Fiscalização dos Atos do ExecutivoComissão Especial de Enfrentamento à Covid-19

07/05/2020 10:54:00


Na tarde desta quarta-feira, 06, os vereadores Nildma Ribeiro (PCdoB), presidente da Comissão de Enfrentamento à Covid-19, e Rodrigo Moreira (Progressistas), presidente da Comissão de Fiscalização dos Atos do Executivo – e também membro da Comissão de Enfrentamento – estiveram em visitas de fiscalização em alguns pontos da cidade.

O aterro sanitário, o terreno do novo cemitério municipal e a rodoviária de Vitória da Conquista foram os locais visitados pelos parlamentares para averiguar denúncias. 

No aterro, os parlamentares conversaram com Sirlene Alves, Luci Nascimento de Souza e Terezinha Oliveira de Jesus, trabalhadoras da cooperativa Recicla Conquista, que concederam algumas informações sobre o trabalho realizado durante essa época de pandemia.

Ao todo, 30 pessoas trabalham diariamente na cooperativa, a maioria mulheres, que ganhavam ate 500 reais mensais, valor reduzido para bem menos por conta da Covid-19. Eles não recebem os acessórios de prevenção ao novo coronavírus, a exemplo de máscaras, álcool e luvas, os quais são adquiridos pelos próprios trabalhadores com o pouco que arrecadam. 

Na sequência os edis foram ao terreno destinado ao novo cemitério municipal, próximo ao Cemitério Memorial das Acácias, onde funcionava uma cascalheira. Com a desativação da cascalheira,  o local era usado para descarte de entulho. Os vereadores constataram a grande presença de lixo misturada ao entulho, além de o terreno ser bastante acidentado, com crateras imensas devido à retirada de cascalho durante muitos anos. O terreno, que está recebendo serviço de aterramento e terraplanagem, foi imediatamente reprovado pelos parlamentares.

“Foi identificado que o local não tem o preparo devido com a grande presença de entulho. As vias de acesso estão extremamente sujas e sem viabilidade de uso. É desrespeitoso, os parentes que vierem a sepultar seus entes queridos aqui vão encontrar garrafas, cadeiras e sofás por todo lado, isso é submeter as famílias à humilhação. Só porque o cidadão é  pobre tem de ser enterrado perto do lixo?", questionou o vereador Rodrigo Moreira.

A vereadora Nildma Ribeiro disse que o espaço é inadequado e que a Câmara vai solicitar a mudança do local do novo cemitério e convocar o secretário de Serviços Públicos, Luís Paulo, para prestar esclarecimentos. “A Prefeitura faz doações de terrenos o tempo todo para empresários, por que escolheram justamente esse local para construir o cemitério público?”, comentou.

Por fim, a Comissão de Enfrentamento à Covid-19 apurou denúncias de transporte clandestino nas proximidades da Rodoviária, com ônibus vindos de São Paulo e Minas Gerais. Nos próximos dias, os vereadores devem averiguar as denúncias mais a fundo para inibir quaisquer ações que possam colocar em risco a saúde da população conquistense e disseminar ainda mais o vírus pela cidade.



  Live Offline
Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Janeiro 2022
0

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31