Imagem Sindicatos cobram ações do Legislativo e discutem campanha salarial

Sindicatos cobram ações do Legislativo e discutem campanha salarial

Câmara de Vitória da ConquistaVereadoresAudiência PúblicaTribuna LivreNotícia

13/08/2019 11:46:00


Representantes dos sindicatos dos servidores municipais, dos professores e dos agentes comunitários de saúde, participaram da audiência pública realizada na manhã dessa terça-feira, 13, que discutiu a campanha salarial dos servidores municipais. A audiência foi proposta pelos vereadores Valdemir Dias (PT) e Viviane Sampaio (PT) e aprovada por todos os demais parlamentares. 

Ausência da Prefeitura prejudicou as discussões - O servidor público “Seu” Valdir reclamou da ausência de representantes do Governo Herzem à audiência prejudicou a discussão. “Hoje não se viu debate. Não houve esclarecimentos, ficou incompleto”, disse ele.

“Mas eu gostaria que alguém da Prefeitura esclarecesse, eu lamento que não tenha alguém aqui para esclarecer”, lamentou Seu Valdir.

O servidor Marcus Vinícius pediu união à categoria contra um governo que massacra os funcionários. “Gosto de ser servidor na Prefeitura. Só não gosto de ser desrespeitado”, disse. Ele avalia que os servidores devem ser também multiplicadores, explicando à população o que acontecendo. Segundo ele, a política do governo municipal é a mesma do presidente Bolsonaro, que persegue o servidor.  

Olavo Fernandes, o servidor do município começou pedindo que os presentes na audiência fiquem atentos aos parlamentares que se fizeram presentes apoiando os sindicatos. “Em 2013 fomos chamados de massa de manobra, mas foi um ano valoroso porque tivemos o apoio dessa casa e tivemos o direito a periculosidade”. Lembrou que na campanha eleitoral o prefeito disse que não teria perseguição. “Disseram que implantaria a guarda municipal, mas não saiu nem sairá”, lamentou. Relatou que não tem farda até hoje. “Mas se você vê um agente de patrimônio vestindo essa nossa farda azul ou preta saiba que é agente que paga R$ 30, a PMVC não paga”. E finalizou dizendo que “é difícil chegar na farmácia da família e vê-la vazia, pois falta remédio. Remédios básicos” e pediu que os vereadores visitem os setores de trabalho. “Os agentes de serviços gerais não tem luvas e o professor é o mais importante. Se estamos aqui é por causa dos professores”, finalizou. 

Ricardo Babão – O ex-vereador Ricardo Babão ressaltou que os servidores públicos tem um peso político eleitoral muito grande e precisam utilizar isso ao seu favor. “Quem tem hoje o poder de colocar e tirar prefeito e vereador são vocês. São mais de 10 mil servidores públicos”, contabilizou. “Esse prefeito tem que respeitar vocês”, emendou Babão.




Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Agosto 2019
12

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31