Imagem Em sessão especial, vereadores destacam campanha Outubro Rosa

Em sessão especial, vereadores destacam campanha Outubro Rosa

Câmara de Vitória da ConquistaVereadoresSessão EspecialNotíciaLuis Carlos DudéLúcia RochaLuciano GomesAdinilson PereiraValdemir DiasHermínio OliveiraChico EstrellaDr Augusto CândidoNildo FreitasOrlando FilhoRicardo Babão Subtenente Muniz

22/10/2021 11:30:00


Na manhã desta sexta-feira, dia 22, a Câmara Municipal de Vitória da Conquista realizou uma Sessão Especial do Outubro Rosa. A Sessão, fruto da iniciativa do mandato da vereadora Lúcia Rocha (DEM), contou com a participação de representantes do poder público municipal, com médicos oncologistas e também com representante da Casa do Amor. Os vereadores presentes na sessão destacaram a importância do debate.

Rastreamento e vida saudável diminuem os riscos do câncer – Dr. Augusto Cândido (PSDB) afirmou que as cobranças de Tânia Caíres são todas “procedentes” e os vereadores precisam estar atentos para articular ações junto ao Executivo. Tânia é funcionária da Câmara e participou da sessão. Ela falou da situação de mulheres pobres que têm dificuldades em acessar os serviços de saúde. O vereador, que é médico, explicou os vários tipos de rastreamento e ressaltou também a necessidade de se fazer exames preventivos para rastrear cedo o câncer de mama, quando as chances de cura são maiores. Augusto alertou que a prática de atividades físicas, alimentação saudável e manutenção do peso adequado são atitudes que diminuem as chances de se desenvolver a doença.

Educação e saúde são bases de uma sociedade que queira crescer e se desenvolver - O vereador Orlando Filho (PRTB) destacou a importância não somente da sessão especial, mas principalmente do envolvimento do Poder Legislativo quanto à saúde da população de Vitória da Conquista. Filho comentou a necessidade de se debater o combate e prevenção ao câncer de mama, ressaltando o dever da Casa em discutir e procurar melhorias para a saúde pública no município. 

Orlando relembrou, ainda, da indicação nº 1733/2021, aprovada no mês de setembro, em que foi indicada à Prefeitura Municipal a instalação de um núcleo de atendimento e de atenção especializada para pacientes oncológicos por uma equipe multidisciplinar, visando buscar um atendimento mais acolhedor e facilitar a jornada do tratamento.

Apoio psicológico é de suma importância – O vereador Adinilson Pereira (MDB) destacou a importância do apoio psicológico às vítimas do câncer de mama. “Eu, acompanhando palestras sobre o tema, ouvi falar da importância do apoio psicológico às mulheres que descobrem o câncer de mama. Irá ajudá-la a entender o assunto e criar uma estrutura de enfrentamento positivo”, disse ele.

Pereira ressaltou ainda que as pessoas precisam ser incentivadores da realização dos exames que detectam os tumores. “Eu sou o maior incentivador da minha esposa para que ela faça os seus exames todo ano. Estou aqui para incentivar todas as mulheres a se precaverem do câncer de mama”, disse o parlamentar. 

“É dever desta Casa lutar por políticas públicas e maior investimento na saúde” - Líder da Bancada de Oposição, o vereador Valdemir Dias (PT) iniciou sua fala lembrando o empobrecimento da população brasileira, o que fez com que mais pessoas ficassem sem acesso a uma saúde de qualidade. O parlamentar cobrou investimentos em políticas públicas e criticou cortes de verbas feitos pelo Governo Federal. Por fim, o vereador conclamou aos colegas à luta por melhores condições para a população. “É dever desta Casa lutar por políticas públicas e maior investimento na saúde”, finalizou.

Mais investimentos em saúde - O vereador Subtenente Muniz parabenizou a vereadora Lúcia Rocha pelo debate proposto nesta Sessão Especial. “Ações como essa precisam servir para espelhar as demandas da comunidade, principalmente àquelas que vivem mais distantes da cidade e que têm mais dificuldades de acesso”, afirmou. O vereador falou também sobre a Feira de Saúde que está sendo realizada no Centro Cultural Glauber Rocha, ressaltando o atendimento médico oferecido à população em campanhas preventivas como essa. Em relação ao Governo do Estado, o vereador criticou os investimentos feitos em saúde e cobrou mais atenção aos servidores. “Não podemos responsabilizar apenas o Governo Federal. Vamos atribuir as responsabilidades de forma igual”, defendeu Muniz. Ele encerrou o pronunciamento falando sobre as ações do projeto Saúde Itinerante, que estará trazendo para Vitória da Conquista numa parceria com o deputado federal Raimundo Costa. “Queremos atender a população da Zona Rural e da periferia com essa iniciativa”, encerrou.

Defesa da saúde não pode ter sigla partidária – O vereador Ricardo Babão (PCdoB) afirmou que a audiência é um momento de refletir e cobrar das autoridades competentes ações de prevenção e combate ao câncer de mama. Ele lembrou que a pandemia trouxe dificuldades ainda maiores para esse contexto. Para Babão, a defesa da saúde não pode ter sigla partidária. “Estamos aqui para ajudar, independente de sigla partidária”, falou, referindo-se à gestão municipal. Ele avalia que o governo municipal possui poucos recursos, precisando da ajuda do Estado e da União.

“O médico é para prevenir as doenças” - Em seu discurso, o vereador Hermínio Oliveira (PODE) comentou o papel preventivo da medicina, principalmente em relação ao câncer de mama, e ressaltou que o diagnóstico precoce contribui para um tratamento mais eficaz e colabora para a redução da mortalidade da doença. Hermínio, ainda, parabenizou os médicos, enfermeiros e profissionais de saúde pelo trabalho prestado não só no combate e prevenção ao câncer, mas à população de um modo geral.

É preciso promover acesso – O vereador Nildo Freitas (PSC) ressaltou que para além da importante campanha do Outubro Rosa, é necessário também promover a ampliação do acesso às estruturas de prevenção e tratamento do câncer de mama. “Nós precisamos promover a oferta de exames preventivos, exame clínico das mamas e palestras”, disse. “Muitas pessoas têm acesso à informação, ao recurso financeiro, mas no contexto geral as dificuldades das pessoas que não têm acesso a tudo isso é lamentável”, emendou Freitas. 

Implantação do Hospital da Mulher em Vitória da Conquista -  O presidente da Câmara, Luís Carlos Dudé (MDB), afirmou que Vitória da Conquista não tem feito uma má gestão dos recursos da saúde. O parlamentar pediu a implantação de um Hospital da Mulher no município e criticou a falta de vontade política de se fazer um investimento como esse. Lamentou a ausência de alguns políticos que sempre vêm pedir votos na cidade, mas, depois de eleitos, não dão assistência em questões importantes como essa. Por fim, o presidente disse que é necessário que Conquista tenha vez e voz em Salvador e em Brasília, para atrair mais recursos para a saúde. “Ou nós unimos forças para estabelecer um Hospital da Mulher nesta cidade ou ano que vem estaremos com o mesmo clamor sem nada ter sido resolvido”, concluiu.

Dificuldades no acesso a exames para diagnóstico do câncer de mama - O vereador Luciano Gomes (PCdoB) afirmou que a campanha Outubro Rosa é uma importante ferramenta no rastreamento do câncer de mama. Ele destacou que é preciso ampliar o acesso das mulheres às políticas de saúde, afirmando que entre o diagnóstico e o tratamento existe uma distância muito grande, o que dificulta o tratamento. O vereador ressaltou ainda as dificuldades que as mulheres estão enfrentando no acesso a exames que favoreçam o diagnóstico precoce da doença, e falou da Feira de Saúde promovida pela Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Fundação José Silveira. Aproveitou o momento para cobrar mais efetividade em ações como essa. “Precisamos dar mais eficiência a essas iniciativas. Apesar do empenho dos servidores, o serviço precisa ampliar para atender a demanda espontânea também”, defendeu. Ele afirmou que vai continuar cobrando para que a população mais carente possa ter acesso a esses serviços. “Fico indignado quando vejo pessoas sofrendo por algo tão simples”, lamentou.

Conquista precisa de um Hospital da Mulher – Para o vereador Chico Estrella (PTC), líder do Governo, o maior plano de saúde do mundo é o SUS, mas sofre com deficiências na hora de prevenir doenças. Para ele, mais vidas seriam salvas com a prevenção, além de resultar em economia de recursos públicos. Em sua fala, Chico cobrou um Hospital da Mulher em Conquista. Para ele, o projeto não aconteceu ainda por falta de representatividade política. E frisou que Conquista precisa, no Congresso e na Assembleia, de “pessoas que tenham verdadeiro compromisso com essa cidade”.




  Live Offline
Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Novembro 2021
15

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30