Imagem Em reunião virtual, Comissão de Fiscalização da Câmara pressiona Via Bahia e ANTT sobre obras em Vitória da Conquista

Em reunião virtual, Comissão de Fiscalização da Câmara pressiona Via Bahia e ANTT sobre obras em Vitória da Conquista

Câmara de Vitória da ConquistaNotíciaAdinilson PereiraValdemir DiasEdjaime Rosa - BibiaFernando JacaréHermínio OliveiraVia BahiaComissão de Fiscalização de Obras da Via Bahia

09/03/2021 16:10:00


Na manhã desta terça-feira, 09, a Comissão de Fiscalização de Obras da Via Bahia, formada pelos vereadores Fernando Jacaré (PT), Valdemir Dias (PT), Líder da Bancada de Oposição, Edjaime Rosa Bibia (MDB), Líder da Bancada de Situação, Adinilson Pereira (MDB) e Hermínio Oliveira (PODEMOS), se reuniu, por meio do Sistema de Deliberação Remota (SDR), com representantes da Via Bahia e da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). 

O objetivo principal da reunião foi cobrar respostas sobre a duplicação da BR-116 no trecho que compreende a Região Sudoeste da Bahia, passando por Conquista, e a construção de cinco viadutos na cidade (Avenida Brumado, Campinhos, Urbis VI, saída para Barra do Choça, e no Centro Industrial, próximo à Saboaria Teiú).

Durante a reunião, que contou com a presença dos vereadores, do presidente executivo da Via Bahia, José Bartolomeu, do representante da Via Bahia na região, Rafael Silveira, do representante da ANTT, João Emerson, e de um representante da comunidade, Welton Lima, foram abordadas várias outras questões consideradas pontuais. A comissão foi incisiva nas cobranças.  

O vereador Adinilson Pereira questionou os problemas no entorno do Bairro Lagoa das Flores, como os acidentes constantes e os alagamentos nas margens da rodovia nos períodos de chuva. Bibia abordou o problema do bueiro que foi construído para desvio de águas pluviais, mas acabou se tornando passagem para os moradores dos bairros Ibirapuera, Aparecida, Iracema e Guarani, e hoje é utilizado por pedestres e veículos de pequeno e médio porte. Ele citou acidentes ocorridos no local, como o atropelamento de um casal na última segunda-feira (08), e disse que a Via Bahia precisa assumir a responsabilidade e resolver o problema. 

Hermínio Oliveira disse que Vitória da Conquista não é província, é a terceira maior cidade da Bahia, tem um fluxo diário de 8 mil veículos passando pela BR-116, e que a duplicação já deveria ter acontecido. “Pagamos um pedágio caro para ser investido em outras regiões. Não vamos aceitar isso, ou duplica a Rio-Bahia ou vamos pedir a suspensão da cobrança do pedágio em nossa região”, enfatizou. Valdemir Dias reforçou as palavras de Hermínio. “Nós temos uma população flutuante muito grande, queremos celeridade na duplicação, na construção dos viadutos e na liberação dos acessos das comunidades dos bairros”, disse, acrescentando que a situação é tão grave que até os carreteiros se solidarizam e param na pista para permitir a travessia de carros, ciclistas e pedestres. “Isso acontece direto nos trechos onde os viadutos se fazem necessários, como na Urbis VI, por exemplo”, afirma. 

Segundo o presidente da Comissão, Fernando Vasconcelos (Jacaré), a prioridade absoluta da Câmara são as obras da duplicação e dos cinco viadutos, as quais dependem de questões jurídicas com o Governo Federal. “Não abrimos mão, estamos contando os dias para resolver essas demandas, claro que existem outros pontos que fazem parte do pacote de cobranças, como a iluminação do Anel Rodoviário no trecho dos Campinhos, já atendida, o problema dos acessos dos bairros, a exemplo do Vila América, Miro e Senhorinha Cairo, que está sendo resolvido, e hoje foi anunciada a iluminação do trecho da entrada dos Condomínios do Minha Casa Minha Vida, Vila Sul e Vila Bonita, situados no km 15”, salientou Jacaré.

Presidente Executivo da Via Bahia, José Bartolomeu disse que todas as solicitações estão sendo analisadas, algumas já foram atendidas, outras estão em andamento, como a iluminação do Km 15, que será executada em breve. Sobre a construção dos viadutos, Bartolomeu explicou que requer um estudo mais aprofundado. A obra de duplicação da BR-116 também está sob análise, mas ambas estão no contrato e são prioridades, segundo informou.

O representante da comunidade, Welton Silva, destacou que espera a execução de todas as obras cobradas pela Comissão de Fiscalização, por se tratar de uma necessidade da população. “O que está em jogo são as vidas de milhares de pessoas que moram nos bairros do entorno do Anel Rodoviário ou que necessitam atravessar o anel para trabalhar ou para outros fins”, completou. 

Após a reunião com Via Bahia e ANTT, os membros da Comissão de Fiscalização se reuniram para uma avaliação e decidiram que as cobranças vão continuar. “Não vamos parar, precisamos dar uma resposta à população sobre a execução dessas obras tão importantes para Vitória da Conquista e região”, concluiu Fernando Jacaré.

 

 



  Live Offline
Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Novembro 2021
15

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30