Imagem Em sessão especial, vereadores destacam campanha Outubro Rosa

Em sessão especial, vereadores destacam campanha Outubro Rosa

Câmara de Vitória da ConquistaSessão EspecialNotíciaJorge BezerraLúcia RochaAdinilson PereiraCoriolano MoraesDavid SalomãoValdemir DiasEdjaime Rosa - BibiaCicero CustódioNildma RibeiroDanillo KiribambaMoisés Santos - Dida

26/10/2018 00:03:00


Aconteceu nessa sexta, 26, uma sessão especial sobre a campanha Outubro Rosa.  Segundo o Instituto Nacional Câncer, só em 2016 a Bahia teve 2.760 casos de câncer de mama. Mais de 90% dos casos de câncer de mama detectados em seu estágio inicial podem ser curados, por isso se dá a importância do debate de prevenção. Vereadores presentes na sessão destacaram o tema. 

Lúcia Rocha destacou que a campanha vai além das ações de divulgação. “O Outubro Rosa não deve ser encarado somente como pessoas vestidas de rosa ou com um laço alfinetado na roupa. A Campanha Outubro Rosa salva milhares de mulheres todos os anos”, apontou ela. 

Lúcia lamentou que, apesar de ser curável em 90% dos casos em que é diagnosticado precocemente, o câncer de mama é o que mais mata no Brasil. “O câncer de mama é o que mais mata mulheres no Brasil”, disse. “O câncer de mama é silencioso, mas 90% dos casos identificados em seu estágio inicial pode ser curado”, disse ela ressaltando a importância da disponibilização dos exames que possibilitem o diagnóstico da doença em seu estágio inicial.

O vereador Jorge Bezerra (SD) disse que é preciso uma movimentação da sociedade em busca de garantir à mulher o acesso às políticas públicas de Saúde. “Precisamos cobrar a saúde pública da mulher para que as mulheres ao chegar em uma unidade de saúde, o direito dela seja respeitado, que não haja a necessidade do jeitinho brasileiro”. Ele lamentou ainda que o Brasil ainda vitime tantas mulheres com a violência. “Nós não suportamos mais ver tantas mulheres ser vitimadas Brasil à fora”, disse ele. “Precisamos nos preocupar com as mulheres não só no Outubro Rosa, mas se preocupar constantemente”, concluiu o parlamentar.

O vereador David Salomão (PRTB) afirmou que falar da prevenção do câncer é importante, “mas nós não podemos deixar de falar de algo importantíssimo que vai se concretizar agora no próximo domingo. Dia 28 o futuro do Brasil está em suas mães”. Para ele, o brasileiro trabalhador está unido contra o sistema. Ele especulou manipulação de pesquisas eleitorais “para iludir e confundir a cabeça do brasileiro”. Para ele, o brasileiro está cansado e dará uma resposta nas urnas. 

Já o vereador Cícero Custódio (PSL) chamou atenção para as dificuldades enfrentadas pelas mulheres que precisam fazer o tratamento via Sistema Único de Saúde. “A pessoa recebe o diagnóstico de câncer, precisa passar pelo ultrassom, depois mamografia, punção, biópsia. Aqui em Conquista não tem profissões que façam biópsia pelo SUS”, citou. “Vemos as mulheres sofrendo pela demora dos exames, principalmente as mulheres da zona rural”, lamentou. 

O vereador Adinilson Pereira (PSB) destacou a força do Outubro Rosa, que vem conscientizando a população. “O Outubro Rosa é um movimento que vem ganhando força a cada ano”, apontou ele destacando que a conscientização das mulheres sobre a prevenção ao câncer de mama, que vem crescendo através das instituições que abraçam a campanha. O edil recomendou aos homens que estimulem as suas esposas e as mulheres que o cercam a realizarem o autoexame de mama. “Nós devemos, como companheiros, ajudar as mulheres a se prevenirem”, disse ele.

O parlamentar Professor Cori (PT) parabenizou a Casa pela realização da sessão. Ele destacou que é preciso ampliar o acesso das mulheres às políticas de saúde. Entre o diagnóstico e o tratamento existe uma distância muito grande, o que dificulta o tratamento. Para ele, a Casa tem o dever de buscar soluções junto ao Executivo para mudar essa realidade. O edil ainda se dirigiu aos jovens, presente na plateia. “Vocês não vão votar apenas no número 13 ou 17. Vocês devem pesquisar, analisar o projeto que está em curso quando vocês votam”, disse. Ele frisou que decisões equivocadas nas urnas refletem diretamente na vida da população. 

O vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB) falou sobre a dificuldade do tratamento de câncer. Ele contou que passou pelo procedimento contra o câncer de próstata. “É terrível. Um sofrimento que nenhum ser humano gostaria de ter”, disse. Por isso, o vereador incentiva a prevenção e diagnóstico precoce. “E o câncer é uma doença rápida. Por isso tem que descobrir o quanto antes”, afirmou. 

O vereador Valdemir Dias (PT), Líder da Bancada de Oposição, afirmou que campanhas de prevenção são fundamentais. Ele relatou estudos que demonstram que alguns tipos de câncer podem ser prevenidos com a adoção de um estilo de vida mais saudável. Para ele, é alarmante o número de casos da doença no país. Dados apontam que cerca de 600 mil pessoas serão acometidas por câncer. Nesse contexto, o diagnóstico precoce é fundamental. 

O vereador Danillo Kiribamba (PCdoB) reclamou da falta de qualidade do atendimento do Sistema Único de Saúde em Vitória da Conquista. “A Saúde é cada vez mais tratada de forma secundária”, apontou ele. Kiribamba disse que é preciso, para além de conscientizar, garantir uma estrutura para atender às pessoas que buscam fazer os exames. “Esse Outubro Rosa vem ganhando mais força, mas não adianta a gente ter pessoas querendo se cuidar e a dificuldade para realizar o exame, a mamografia, ser muito grande”, disse ele cobrando mais efetividade do Governo Municipal na garantia do direito da população aos exames. 

Para Nildma Ribeiro (PCdoB) a campanha Outubro Rosa é pela vida das mulheres. “Em 2013 perdemos 14 mil mulheres para o câncer de mama. E em 2016 eram cerca de 57 mil casos”, citou. A vereadora acredita que a prevenção é a única solução. “A cor rosa é para chamar atenção da sociedade para a prevenção”, frisou. Ela chamou atenção dos poderes executivos devido a dificuldade dos acessos aos exames.“ Sabemos das dificuldades do acesso às políticas de saúde pública, e para conseguir realizar a mamografia, exame realizado para o diagnóstico do câncer de mama”, disse.

O vereador Moisés Dida Santos (PP) também demonstrou sua indignação com a demora para marcação  e realização de exames em Conquista. Ele relatou que há 10 anos uma moradora do Vila América sofre com câncer de mama e passa por dificuldades. “A situação é difícil até para marcar o exame”, contou. Dida solicitou que a Comissão de Saúde da CMVC realize uma visita a esta mulher para acompanhar o caso.





Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Junho 2019
5

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30