Imagem SESSÃO ESPECIAL: Vereadores discutem sobre a revitalização do Rio Verruga

SESSÃO ESPECIAL: Vereadores discutem sobre a revitalização do Rio Verruga


Durante a Sessão Especial da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) sobre a Revitalização do Rio Verruga, nesta quarta-feira, 22, os vereadores puderam tratar especificamente sobre o assunto explicitando os seus posicionamentos e levantando possibilidades visando a recuperação do rio.

Rio Verruga já foi forte, com água em abundância – O vereador Álvaro Pithon (DEM) lembrou que na década de 1950 o Rio Verruga tinha bastante água. “No ano de 1950 o Poço Escuro tinha água em abundância”, recordou ele contando que crianças brincavam à beira do rio, na época. Ainda em seu pronunciamento o parlamentar lembrou de sua atuação em busca de garantir a implantação da Reserva do Poço Escuro. “Este vereador lutou muito para que naquela área fosse implantado o Poço Escuro”, disse ele lembrando da época da gestão do ex-prefeito José Pedral Sampaio. 

Crítica à Secretária de Meio Ambiente – Danillo Kiribamba (PCdoB) falou sobre a inoperância da Secretaria do Meio Ambiente, citando as solicitações de poda de árvores para a zona oeste da cidade que não são atendidas. Direcionando sua fala à secretaria, disse: “Talvez isso seja por nem você, nem o prefeito morar na periferia do lado oeste”. O vereador reforçou a necessidade também de revitalização da Lagoa das Bateias. “Até hoje não foi apresentado um projeto executivo da prefeitura. Já que o município não tem previsão, fomos procurar o Governo do Estado que irá começar os estudos”, contou. “A gente trabalha com ações e não com palavras”, completou. 

É preciso vontade para garantir revitalização do rio – O vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB) lembrou que o Rio Verruga faz parte da história dos bairros Guarani e Nossa Senhora Aparecida. “O Rio Verruga nasce acima da Serra do Periperi”, destacou ele ao falar dos bairros no entorno da nascente do Rio. Para Bibia, falta interesse dos deputados em destinar emendas que garantam a recuperação do Rio Verruga. Ele sugeriu que seja feita uma movimentação para garantir uma emenda coletiva, assim como foi feito para a construção do novo aeroporto quando, graças às cobranças dos vereadores a deputados e senadores em Brasília, foram destinados R$ 50 milhões para a obra.

Plano de Recuperação – Nildma Ribeiro (PCdoB) acredita que o Rio Verruga precisa ser tratado como um patrimônio de Conquista, e se preocupa com os agricultores do assentamento Santa Marta que não pode usar a água do rio nem para plantação, pois ele já chega contaminado no local. Ela defende a elaboração de um plano de recuperação da área degradada e projetos de sensibilização e educação ambiental. 

Descaso com saúde das nascentes da cidade – O vereador Jorge Bezerra (SD) lamentou que os governos anteriores não tenham se preocupado com a saúde das nascentes de Vitória da Conquista. Bezerra citou o descaso com a Lagoa das Bateias como exemplo. “Uma lagoa imunda. Eu faço um apelo à nossa secretária de Meio Ambiente que olhe com bons olhos para a Lagoa das Bateias”, pediu Jorge.

Revitalização da Lagoa das Bateias – Cícero Custódio (PSL) também clamou pela revitalização da Lagoa das Bateias. “Entra governo e sai governo e continua a mesma situação”, disse. Na oportunidade, ele pediu também um estudo sobre a Rio São Pedro. “Ele também tem várias nascentes na Lagoa das Bateias. E o lixo está tomando conta, as nascentes estão quase morrendo”, frisou. 

Rio de extrema importância – O vereador David Salomão (PRTB) destacou a grande importância do Rio Verruga para Vitória da Conquista e Itambé, que o margeiam. “Rio de extrema importância para Vitória da Conquista e Itambé”, disse ele destacando ainda mais a necessidade de atenção para o rio, num momento em que Vitória da Conquista enfrenta um período de crise hídrica que já conduziu a cidade a alguns episódios de racionamento de água. De acordo com o parlamentar o Govento do Estado tem feito muito pouco e em alguns momentos dificultado ainda mais a vida da população com aumentos abusivos no valor da conta de água.

“Falta uma política estratégica de meio ambiente” - Coriolano Moraes (PT) propõe que seja realizado um plano de recuperação, para que se possa procurar recursos para a revitalização do Rio Verruga. “Falta uma política estratégica de meio ambiente. Há boas intenções, mas não são materializadas”, pontuou. Em sua proposta, Cori sugere que prefeitura faça convênio de parceria com as universidades para fazer um estudo minucioso de todo o leito da bacia do Rio Verruga. 

Importante discussão sobre a revitalização do Rio Verruga – O vereador Denis do Gás (PSC) parabenizou o Poder Legislativo Municipal por pautar a discussão sobre a necessidade de recuperação do Rio Verruga, tão importante para Vitória da Conquista. O parlamentar defendeu que o rio comece a ser recuperado a partir de sua nascente. Ainda em seu discurso ele destacou a importância que o rio teve no passado. “Esse rio já foi muito importante a uns anos atrás, mas hoje está poluído devido à expansão do nosso município”, disse. 

Denis destacou a ação do Governo Municipal que está buscando desenvolver ações de preservação e recuperação, a exemplo da implantação do Parque Ambiental no entorno do Rio Verruga.

Investimento em Educação Ambiental – Já Valdemir Dias (PT) chamou atenção para a falta de recursos para o meio ambiente, problema que acontece também nas esferas estaduais e federais. Mas além do investimento em recuperação e revitalizações, o vereador defende investimentos na educação ambiental e ações articuladas entre os órgãos públicos e sociedade.




Rádio Câmara
Facebook
Calendário

Setembro 2018
9

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30