Imagem Crise no transporte coletivo é responsabilidade da atual gestão, afirma Viviane

Crise no transporte coletivo é responsabilidade da atual gestão, afirma Viviane


Na sessão ordinária desta quarta-feira, 27, a vereadora Viviane Sampaio (PT) pediu menos demagogia no plenário ao criticar a fala de um colega sobre o Sistema Único de Saúde (SUS). Ela ponderou que para falar sobre o sistema é necessário conhecer sua legislação base. “Não precisa ser eleito para fazer a população usar o SUS”, detalhou, porque o sistema é universal e gratuito para os brasileiros.  

A vereadora explicou que o SUS atende a dois tipos de usuários: os que buscam assistência direta e aqueles, 100%, que são atendidos indiretamente. Neste caso se enquadram os programas de vacinação, oncologia, tratamento para o HIV e medicações de alto custo. Ela frisou que todos os medicamentos comercializados nas farmácias passam pelo crivo da Agência Nacional de Saúde (ANVISA), órgão da estrutura do SUS.   

Transporte coletivo – A vereadora foi enfática ao afirmar que a crise no setor é responsabilidade da atual gestão. Ela reconheceu problemas na gestão passada, mas avalia que a atual tomou decisões que agravaram muito a situação. 

Viviane lembrou que a Câmara realizou três audiências somente para discutir o transporte coletivo. Ela declarou que o governo anterior deixou condições para um processo de caducidade dos contratos, mas o atual prefeito preferiu assinar um termo de ajustamento de conduta (TAC). “Infelizmente, levou a todo esse caos que está hoje no transporte público”, detalhou.

Manuela no Roda Viva – A vereadora se solidarizou com a pré-candidata à presidência da República, Manuela D’ávila (PCdoB) que sofreu machismo numa entrevista no programa Roda Viva, da TV Cultura. Manuela foi interrompida 62 vezes durante a sua participação no programa. A prática de homens interromperem mulheres quando elas estão falando é comum, e é definida como manterrupting. O termo vem do inglês, é uma junção de man (homem) e interrupting (interrupção). 

Viviane lamentou a postura dos entrevistados e endossou a nota de solidariedade a Manuela emitida pelo PT. “Ela foi extremamente atacada por machismo e misoginia. Ela não se intimidou. É uma mulher de coragem”, falou. 

Confira o pronunciamento da vereadora:



Rádio Câmara
Facebook
Calendário

Setembro 2018
9

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30