Imagem Cícero lamenta violência obstétrica no Hospital Esaú Matos

Cícero lamenta violência obstétrica no Hospital Esaú Matos

Câmara de Vitória da ConquistaSessão Ordinária

09/05/2018 10:40:00


Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC), nesta quarta-feira, 9, o vereador Cícero Custódio (PSL) apontou que a busca por reduzir o número de partos via cirurgia cesariana tem causado uma série de casos de violência obstétrica. “Pode ser uma mãe de 13 anos de idade ou de 60 anos”, apontou ele sobre as vítimas. “Mães sendo sacrificadas para ter um bebê”, completou o parlamentar.

“Hoje tem uma lei que força as mães a ter o parto normal”, apontou ele. “Isso aí está acabando com a obstetrícia”, disse Custódio. Ele disse que a Comissão de Saúde fará um levantamento a fim de averiguar a forma como tem funcionado a obstetrícia, para assim, como já fez no passado, averiguar possíveis casos de violência obstétrica.

Situação precária nas feiras - Cícero contou que esteve visitando as feiras livres da cidade. “Vi como está a situação das feiras”, disse. Ele apontou que no bairro Brasil há muita sujeira. “Uma desorganização total”, apontou. Ele disse ainda que os banheiros públicos do Ceasa estão muito sujos. “Não tem coordenador nessas feiras livres?”, questionou ele.

A mudança no horário de funcionamento do Mercado Municipal também foi alvo das críticas do vereador. “Isso é um absurdo. A gente não pode deixar”, disse Cícero.

Sem medo de perseguições -  O parlamentar disse que as críticas são feitas com o objetivo de melhorar a vida da população de Conquista, de fazer a cidade trilhar o caminho certo. Ele apontou ainda que não teme perseguições. “A gente quer que as coisas andem certo. Podem me perseguir”, disse ele.

Confira o pronunciamento do vereador:









Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Novembro 2019
5

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30