Imagem Comissão de Direitos Humanos acompanha caso de idoso vítima de latrocínio

Comissão de Direitos Humanos acompanha caso de idoso vítima de latrocínio

Câmara de Vitória da ConquistaArquivo

10/04/2018 11:00:00


Na manhã desta segunda-feira (9), a Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Vitória da Conquista, representada pelas vereadoras Nildma Ribeiro (PCdoB) e Viviane Sampaio (PT), visitou o senhor Isaulino Alves de Brito, de 80 anos, no momento internado no Hospital Geral, que foi vítima de assalto seguido de graves lesões corporais. A comissão acionou o Conselho do Idoso e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e cobra agilidade para encontrar os culpados.

Na última sexta-feira (6), o senhor Isaulino foi vítima de assalto na sua própria residência, na rua Xique-Xique no bairro Patagônia. Segundo informações da própria Comissão, o idoso foi agredido, encontra-se em estado grave, será encaminhado para UTI e necessita de cirurgia no buco-maxilo.

Aumento da violência contra idoso – A vereadora Nildma, relatora da Comissão, se preocupa com o aumento de agressões contra idosos em Vitória da Conquista. “E muitos casos ficam omissos e essas pessoas desassistidas. Temos que lutar contra isso”, comentou. A vereadora informa que a Comissão irá acompanhar o caso, verificando as condições de saúde de seu Isaulino, e solicitar que a polícia tenha mais agilidade na investigação e puna os culpados.

Violência familiar - A vereadora Viviane Sampaio, enquanto membro da Comissão de Direitos Humanos e presidenta da Comissão de Saúde, informou que, segundo relatos da assistente social da região, além da violência externa, como no caso do senhor Isaulino, há também, no município, o aumento nos números de violência interna contra idosos, cometidas pelos próprios familiares. “Seja por falta de cuidado, higiene, assim como maus tratos a esses idosos”, explicou. Segundo a vereadora, em ação conjunta, as Comissões buscarão mais informações sobre problemática.

Denuncie – Viviane informa também que as Comissões de Saúde e de Direitos Humanos estão abertas ao recebimento de denúncia de violência contra idosos. Ela explica que a denúncia não precisa ser identifica, sendo necessário apenas que a pessoa forneça as informações para que a comissão chegue até a residência, abrigo ou instituição para fazer a apuração do caso. “O cidadão que tiver alguma denúncia dessa natureza, pode procurar também o Conselho do Idoso ou o próprio Ministério Público”, completou.




Rádio Web Câmara
Facebook
Calendário

Janeiro 2020
0

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31